Por Na Brancato

De Ho Chi Mihn pegamos um voo de uma hora para Da Nang, cidade costeira onde fica o aeroporto mais próximo de Hoi An. Pagamos U$ 50, se quiséssemos ir de ônibus seria U$ 35, mas com mais 22 horas de estrada.

Estávamos ansiosos para conhecer a tal cidadezinha do Vietnã. Cidade pequena cheia de lojinhas, barzinhos é com a gente mesmo. Tudo que gostamos! E Hoi An é tudo isso mesmo. O centrinho antigo é um charme e adivinhem, se parece com Cartagena! Hahaha. Há várias cidades parecidas com a colombiana.

Hoi An

A charmosa Hoi An

hoi an

De bike rumo a praia

É muito gostoso pegar uma bike e sair por aí pela cidade, sem rumo, sem saber onde vai parar. Em Hoi An é fácil porque é uma cidadezinha pequena, mas pra chegar na praia é um pouco mais longe, uns 30 minutos do centrinho. O aluguel por um dia custa só 30 mil dongues (U$ 1,35).

Eu tinha lido que agora para entrar no centro o governo está cobrando uma taxa dos turistas, mas que isso está causando revolta dos comerciantes que não querem. Estávamos na frente da ponte principal para entrar no centrinho quando uma mulher uniformizada nos abordou e falou que tínhamos que pagar para entrar. Nem prestei atenção no preço, falei que só estávamos olhando. Depois de 5 minutos lá estávamos nós dentro da cidade velha. Dessa vez não foi migué de brasileiro, juro. Ninguém paga! Só um ou outro mané de vez em quando. Não entendo porque cobram, é ridículo.

hoi an

O centrinho a noite é muito agradável

hoi an

O centrinho é separado pelo rio Thu Bon

Eu quase caí na tentação de fazer um vestido de festa. Sim, a cidade é famosa pela sua alfaiataria express. Em 24 horas você pode ter o modelito que quiser. Os vestidos custam em torno de U$ 130. Entrei na loja, vi o modelo, mas a preguiça de todo o trâmite para mandar pro Brasil foi maior.

Passado a empolgação fashionista, montamos novamente na nossas bikes e fomos para a praia! Porque ninguém dá muita atenção para essa praia gente? Ela é ótima! Vazia, com alguns lugares com espreguiçadeiras, cerveja e comida boa! Pagamos uma porção de camarãozinho à milanesa por não mais que 4 dólares. O mar é calmo e a água quentinha, quente até demais as vezes. Gostamos bastante e passamos 2 dias por lá. O bom é ir mais para a esquerda, onde os barzinhos são menores, mais acolhedores.

Hoi An

Tranquila, mar quente e calmo

Hoi An

Faixa de areia grande na praia de Hoi An

A cidade te conquista logo de cara, mas 3 dias são suficientes para aproveitar a praia de dia, já que o calor é forte, e passear pelo centrinho à noite. Parece que há alguns passeios para ver alguns templos mais afastados (cerca de 1h), mas não fizemos nenhum.

Deixe uma resposta